Home > Destaque > Com apoio de 9 partidos, PSD lidera tempo de propaganda na TV em Campo Grande
Marquinhos Trad e Adriane Lopes concorrem à reeleição pelo PSD. (Arquivo)

Com apoio de 9 partidos, PSD lidera tempo de propaganda na TV em Campo Grande

O maior tempo de propaganda eleitoral deve ficar para o , partido do prefeito de Campo Grande  que tenta a reeleição. Isso deve-se a quantidade de apoio na chapa majoritária, – são nove legendas caminhando ao lado de Trad.

Conforme o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a propaganda eleitoral gratuita na televisão e no rádio começa em 9 de outubro. A partir do dia 27 de setembro, próximo domingo, os candidatos já podem pedir votos.

Segundo o presidente municipal do  em Campo Grande, Antônio Lacerda, o tempo de propaganda eleitoral ainda não foi determinado, mas deve ser acima de um minuto. “Estamos finalizando a contagem e devemos ter o tempo ainda essa semana”.

Nas eleições municipais, o  tem apoio dos seguintes partidos: B, Patriota, PTB, PSB, REDE, PCdoB, Republicanos, Democratas e Cidadania.

Propaganda

Enquanto o  estima o tempo de propaganda eleitoral, outros partidos já fizeram as contas e sabem por quanto tempo seus candidatos vão aparecer na televisão e rádio.

O PP, que tem Esacheu Nascimento como candidato a prefeito, terá 41 segundos de propaganda. Lembrando que esse é o tempo das inserções ao longo do dia e também no horário eleitoral gratuito.

Dagoberto Nogueira, candidato do PDT, terá em torno de 33 segundos, sendo 5 inserções diárias de prefeito e 3 de vereadores.

Com Paulo Matos na disputa pela prefeitura, o PSC terá 30 segundos na propaganda eleitoral.

Já o Solidariedade que tem apoio do PMN nas eleições, deve ter em torno de 28 minutos por dia, tempo fragmentado nas inserções ao longo do dia. A legenda tem Marcelo Miglioli como candidato a prefeito.

O PCO não deve ter tempo de propaganda eleitoral, por não ter coligação na majoritária nem representação na Câmara de Deputados. Thiago Assad é o candidato da legenda.

Outros partidos

MDB, PT, PV, PSOL, Avante, Novo e Podemos, todos as legendas com candidatos a prefeito, ainda não sabem o tempo que terão de propaganda eleitoral gratuita. PL e PSL não responderam à reportagem.

A partir de 26 de setembro, a Justiça Eleitoral deve convocar os partidos políticos e a representação das emissoras de rádio e televisão para elaborar, até a antevéspera do início da propaganda eleitoral gratuita, plano de mídia, para uso da parcela do horário eleitoral gratuito a que tenham direito, garantida a todos a participação nos horários de maior e de menor audiência.

Como é feita a contagem

Além do horário eleitoral fixo, transmitido duas vezes por dia, os candidatos têm direito às inserções, que são peças de 30 segundos ou 60 segundos, veiculadas ao longo da programação. No total, são 70 minutos de inserções por dia, de segunda a domingo. Ao contrário da propaganda eleitoral com horário fixas inserções pegam os eleitores de surpresa.

O tempo de cada partido no horário eleitoral de rádio e TV varia de acordo com o tamanho da bancada eleita para a Câmara dos Deputados na última eleição – 2018, no caso.

FONTE: https://www.midiamax.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

FCO Empresarial: Parcelas de outubro, novembro e dezembro estão prorrogadas para janeiro de 2021

Atendendo as solicitações do Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis do FCO, o Banco do Brasil anunciou que os empresários de ...